20.6 C
Ivaiporã
quarta-feira, 17, abril, 24
InícioPARANÁPCPR prende 596 pessoas dentro de operação nacional de combate à violência...
spot_img
- ANÚNCIO -spot_img

PCPR prende 596 pessoas dentro de operação nacional de combate à violência contra mulher

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu 596 pessoas entre os dias 21 de agosto e 15 de setembro em todo o Paraná durante a Operação Shamar, que aconteceu em todo o País. É uma ação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em combate à violência contra mulher. Foram 16 presos por feminicídio. Houve prisões em flagrante e em cumprimento de mandados judiciais.

Ao longo dos 25 dias os policiais civis também apreenderam 24 armas e 3.029 munições irregulares. Além disso, 3.155 boletins de ocorrência foram registrados, 4.028 vítimas atendidas e 2.519 medidas protetivas solicitadas ao Poder Judiciário.

Além das ações repressivas, que contaram com apoio das demais forças de segurança do Estado, foram realizadas ações educativas e de acompanhamento de medidas protetivas.  

A delegada-chefe da Divisão de Polícia Especializada, Luciana Novaes, diz que as ações chamam atenção para a necessidade de combate diário da violência doméstica e familiar. “Houve um interesse a nível de instituição para que todas as unidades participassem. Tivemos 152 delegacias participando dessa ação, com investigações próprias em diversas cidades. Eles trabalharam efetivamente ao longo de algumas semanas para fazer esse enfrentamento e também na parte educativa sobre o tema”, afirma. 

Entre as ações educativas estiveram 130 palestras para mais 5 mil pessoas. As palestras foram ministradas em escolas, empresas e órgãos públicos por policiais civis. 

“Atuamos em duas frentes: a primeira repressiva e investigativa e a segunda de forma preventiva. Essas ações são de extrema importância para a conscientização. As forças de segurança pública sempre vão participar do combate à violência contra as mulheres, então é fundamental que as delegacias tenham essa frente de esclarecimento”, completa a delegada Bárbara Strapasson, da Delegacia da Mulher de Cascavel.

SHAMAR – A operação recebeu o nome Shamar pela origem hebraica da palavra, que significa cuidar, guardar, zelar, vigiar ou proteger.


- Envie um whats para nós! - Encontrou um erro? Tem mais detalhes? Ou aconteceu algo e quer compartilhar? Entre em contato com a redação pelo whatsapp: clique aqui

- Receba a notícia quando ela acontece no nosso grupo 📱🤳🏻 👉 https://is.gd/2nA6u1

- ANÚNCIO -spot_img
RELACIONADAS
spot_img

ÚLTIMAS

Google Notícias Ivaiporã Online