20.6 C
Ivaiporã
terça-feira, 27, fevereiro, 24
InícioIVAIPORÃPrefeitura de Ivaiporã investe R$1,8 milhão por ano em medicamentos e materiais...
-anúncio-spot_img

Prefeitura de Ivaiporã investe R$1,8 milhão por ano em medicamentos e materiais hospitalares

Conforme a população pode constatar, a Farmácia Municipal tem grande estoque da maior parte dos medicamentos prioritários – além de disponibilizá-los nas UBS. 

O Sistema Único de Saúde (SUS) de Ivaiporã vivenciou uma significativa transformação nos serviços farmacêuticos. Há 3 anos, os gastos com medicamentos via Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) chegavam a R$80.000,00 a cada trimestre. Atualmente, o valor pactuado entre o CIS e a Prefeitura é de R$150.000,00 – além das aquisições diretas. 

Somando os repasses federal e estadual, os investimentos em medicamentos e materiais hospitalares totalizam R$1.800.000,00 anualmente.

Um aumento expressivo de 50% no estoque de medicamentos em relação a 2020 reflete o compromisso de garantir a disponibilidade e acesso aos tratamentos necessários. Diariamente, aproximadamente 629 pacientes são atendidos na Farmácia Central – ultrapassando 12 mil pacientes por mês.

Interações 

Os farmacêuticos realizam uma análise criteriosa da medicação do paciente, ajustando horários para evitar interações medicamentosas e minimizar reações adversas, gerando resultados positivos na população assistida.

“Na assistência farmacêutica, a entrega de medicamentos controlados nas Unidades Básicas de Saúde das áreas rurais – com datas programadas, facilita o acesso à população que vive distante do centro da cidade. Pacientes acamados ou com dificuldade de locomoção recebem a medicação no domicílio. Trata-se de um serviço essencial para a promoção da saúde”, explicou a secretária municipal de Saúde, Cristiane Pantaleão.

A Farmácia Central são feitas a seleção, programação, aquisição, armazenamento, distribuição e dispensação de medicamentos e insumos à população – além de distribuir medicamentos básicos, insulinas e materiais hospitalares, atendendo às necessidades das Unidades Básicas de Saúde. 

Remume

Por meio da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (Remume), que lista os medicamentos prioritários, a Secretaria Municipal de Saúde atende as demandas dos pacientes. No entanto, faltam alguns medicamentos devido à escassez de matéria-prima no mercado farmacêutico e ao aumento exorbitante nos valores de mercado.

“Em resposta a estes desafios, o município adotou o programa federal Farmácia Popular do Brasil. O programa oferece gratuitamente uma lista de medicamentos básicos à população, mediante apresentação documentos pessoais e receita médica com prazo de validade de 6 meses, e isenção da taxa de coparticipação para beneficiários do Bolsa Família”, informou Cristiane Pantaleão.

O programa Farmácia Popular do Brasil disponibiliza os seguintes medicamentos: 

Asma: brometo de ipratrópio (0,02 mg e 0,25 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg, 200 mcg e 250 mcg); sulfato de salbutamol (100 mcg e 5 mg).

Diabetes: cloridrato de metformina (500 mg, com e sem ação prolongada, e 850 mg); glibenclamida (5 mg); insulina humana regular (100 ui/ml); insulina humana (100 ui/ml).

Hipertensão: atenolol (25 mg); besilato de anlodipino (5 mg); captopril (25 mg); cloridrato de propranolol (40 mg); hidroclorotiazida (25mg); losartana potássica (50 mg); maleato de enalapril (10 mg); espironolactona (25 mg); furosemida (40 mg); succinato de metoprolol (25 ml).

Conforme a população pode constatar, a Farmácia Municipal tem grande estoque da maior parte dos medicamentos prioritários – além de disponibilizá-los nas UBS. 

Fonte: Lúcia Lima – assessoria de imprensa


- Envie um whats para nós! - Aconteceu algo e quer compartilhar? Entre em contato com a redação pelo whatsapp: clique aqui

- Receba a notícia quando ela acontece no 📱🤳🏻 👉 https://is.gd/2nA6u1

RELACIONADAS

ÚLTIMAS

Google Notícias Ivaiporã Online