14.5 C
Ivaiporã
domingo, 26, maio, 24
InícioGRANDES RIOSEm Grandes Rios, vereadores aprovam comissão processante que pode levar à cassação...
- ANÚNCIO -spot_img

Em Grandes Rios, vereadores aprovam comissão processante que pode levar à cassação do prefeito

Em uma sessão com casa lotada realizada em 15 de abril de 2024, os vereadores de Grandes Rios aprovaram por ampla maioria a abertura de uma Comissão Processante (CP) que poderá resultar no pedido de cassação do prefeito Antônio Ribeiro da Silva, conhecido como “Toninho do Café”. A votação ocorreu após a leitura da denúncia feita pela vereadora Roseli Ribeiro Barretos e contou com um único voto contrário.

A denúncia apresentada por Roseli alega que o prefeito não respondeu a uma série de pedidos de informação enviados por ela. Segundo a vereadora, a falta de resposta motivou a solicitação da abertura da Comissão. Durante a sessão, Roseli reproduziu um áudio de um morador chamado Marcelo, que acusou os vereadores favoráveis à CP de estarem agindo por interesse financeiro, buscando obter dinheiro do prefeito. Roseli contestou essa acusação e anunciou que um boletim de ocorrência seria registrado.

A aprovação da Comissão Processante contou com os votos favoráveis dos vereadores Welton Santos, Davi da Farmácia (suplente de Roseli Ribeiro Barretos), Ambrósio Casagrande Júnior, Viviane Priscila de Oliveira Pontes, José Roberto Antunes, Geovani Alves dos Santos, Rosilene de Sousa Loreta Nunes e do presidente Ailton Franco, conhecido como “Miltinho”. Apenas o vereador Paulo Sérgio Ferreira Machado, conhecido como “Paulinho Jacaré”, votou contra.

Em seus pronunciamentos, os vereadores reforçaram suas posições. Ambrósio Casagrande Júnior, por exemplo, esclareceu que a votação tinha como finalidade apenas ouvir as partes envolvidas, incluindo o prefeito e a autora da denúncia. A decisão final sobre a cassação do prefeito seria tomada após uma análise mais aprofundada das informações.

Por outro lado, o vereador Paulinho Jacaré acusou a vereadora Roseli de realizar um julgamento político e argumentou que a denúncia era motivada por interesses eleitorais. Ele mencionou casos de políticos da região que foram denunciados e investigados pelo Ministério Público e pelo GAECO, destacando a transparência e seriedade da gestão em Grandes Rios. Paulinho também afirmou que Roseli estaria manipulando o regimento interno da Câmara ao apresentar os pedidos de informação no último momento, alegando que estavam dentro do prazo legal.

A equipe do prefeito Antônio Ribeiro da Silva emitiu um comunicado recentemente, alegando que a denúncia tinha como intuito apenas tumultuar o ambiente político em ano eleitoral. Eles afirmaram que muitos dos pedidos de informação foram respondidos ou encaminhados ao Ministério Público, além de terem sido disponibilizadas respostas na própria Câmara Municipal e no portal de transparência do município.

A Comissão Processante agora dará início às investigações sobre as acusações apresentadas contra o prefeito Toninho do Café. O desfecho dessas investigações será crucial para a decisão final sobre a cassação do chefe do Executivo municipal. Enquanto a cidade de Grandes Rios aguarda os desdobramentos dessa situação política, a tensão e a expectativa continuam a crescer.

Fonte: Berimbau


- Envie um whats para nós! - Encontrou um erro? Tem mais detalhes? Ou aconteceu algo e quer compartilhar? Entre em contato com a redação pelo whatsapp: clique aqui

- Receba a notícia quando ela acontece no nosso grupo 📱🤳🏻 👉 https://is.gd/2nA6u1

- ANÚNCIO -spot_img
RELACIONADAS
spot_img

ÚLTIMAS

Google Notícias Ivaiporã Online