terça-feira, 23, julho, 24
InícioPARANÁSegurança Pública: Câmeras corporais para policiais em abril e possível contratação de...
- ANÚNCIO - https://www.iguassu.com.br/para-visitantes/

Segurança Pública: Câmeras corporais para policiais em abril e possível contratação de temporários

Paraná pode passar a contratar policiais temporários

O governo do Paraná pode passar a contratar policiais temporários para reforçar o efetivo nas chamadas atividades-meio. São agentes que devem desempenhar papéis administrativos e burocráticos, para liberar os policiais que atualmente estão nessas ocupações dentro dos quartéis.

Com isso, mais policiais estarão nas ruas. A proposta será apresentada pela Secretaria de Segurança Pública ao governo do Paraná. O objetivo é verificar a viabilidade do projeto que pode ser executado ainda este ano. É o que explica o secretário de Segurança, Hudson Teixeira.

Ainda não há valores estimados para a execução do projeto. Para a Secretaria de Segurança Pública, a contratação temporária resulta em economia aos cofres públicos e também reforça o policiamento nas ruas.

Em outros estados, a medida já existe. Em São Paulo, por exemplo, 6.000 vagas para o serviço policial temporário foram abertas em 2023. Já em Santa Catarina, no ano passado, o governo estadual abriu processo para contratação de 482 temporários – para as funções de atendimento telefônico nas centrais de emergência, monitoramento de vídeo e auxiliar em funções administrativas.

Policiais do Paraná passam a usar câmeras corporais em abril

Policiais militares do Paraná devem passar a usar câmeras corporais a partir de abril. Os equipamentos estão em fase de testes. São 300 câmeras numa primeira etapa, que serão distribuídas entre equipes policiais de Curitiba, Colombo, São José dos Pinhais, Paranaguá, Ponta Grossa, Maringá e Londrina, além da região de fronteira.

Ainda não estão definidos detalhes como o critério de uso e o tempo que elas devem permanecer ligadas. É o que detalha o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Jefferson Silva.

O secretário de Segurança Pública, Hudson Teixeira, diz que também está em estudo o uso de câmeras nas viaturas policiais. Ele conversou com Ricardo Pereira.

Conforme o edital de licitação, a bateria de cada câmera deve gravar ininterruptamente por, no mínimo, 12 horas sem a necessidade de substituição ou recarga. A câmera deverá ser fixada na altura dos ombros ou na parte superior do tronco do policial.

Foto: PMPR

Fonte: Band News FM


- Envie um whats para nós! - Encontrou um erro? Tem mais detalhes? Ou aconteceu algo e quer compartilhar? Entre em contato com a redação pelo whatsapp: clique aqui

- Receba a notícia quando ela acontece no nosso grupo 📱🤳🏻 👉 https://is.gd/2nA6u1

- ANÚNCIO -spot_img
- ANÚNCIO -spot_img
RELACIONADAS

ÚLTIMAS

Google Notícias Ivaiporã Online